quinta-feira, 3 de agosto de 2006

Quem te viu, quem te vê...

As fotos abaixo são esclarecedoras. O ex-ministro José Serra, candidato do PSDB ao governo de São Paulo, realmente nunca teve nada a ver com a máfia das ambulâncias. Jornalistas, como se sabe, enxergam maldade em qualquer coisa. Confira nas legendas as explicações que Serra vai dar para deixar tudo às claras, em nome da ética na política.

O sorriso do ex-ministro não deixa margem de dúvida: ele não sabia o que estava fazendo ali. Lula também não falou que não sabia do mensalão? Pois então, Serra também não sabia que estava entregando uma chave de ambulância na mão do sanguessuga. Deve ter pensado que a chave era apenas um brinde de sua campanha à Presidência, em 2002. E será que não era?


Como todos podem reparar, Serra não está muito à vontade entre os suspeitos de envolvimento no caso dos sanguessugas, deputados Ricarte de Freitas (esq.) e Lino Rossi (dir.), que agradece ao ex-ministro pelas ambulâncias entregues. Talvez neste momento José Serra tenha refletido sobre a conveniência de aparecer ao lado de tão ilustres parlamentares.

O que se tem acima é mais uma prova da boa-fé do então ministro da Saúde. Que as ambulâncias eram superfaturadas, ninguém duvida. Mas quem garante que a faixa de agradecimento não foi obra de algum sanguessuga com grande poder de antecipação, que montou a coisa para se um dia os fatos viessem a público, envolver o probo tucano em um escândalo que só diz respeito a seus adversários? O sujeito de camisa vermelha também não deixa dúvidas: deve ter sido montagem de algum petista para impedir o PSDB de continuar mais 4 anos no Palácio dos Bandeirantes.

Em tempo: as fotos são de 2001, estão circulando na internet e foram divulgadas originalmente no blog do jornalista Fernando Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.