terça-feira, 8 de agosto de 2006

Tucano despenca quase 8 pontos; Heloísa Helena sobe e Lula seria reeleito no primeiro turno

Pela primeira vez, este blog errou em suas previsões sobre pesquisas eleitorais. Ao contrário do imaginado aqui, Geraldo Alckmin (PSDB) tomou um tombo inesperado e caiu de 27,2% para 19,7% na enquete do instituto Sensus, realizada para a Confederação Nacional dos Transportes. Na contagem pelos votos válidos, o resultado é um verdadeiro massacre: Lula 60%, Alckmin 24% e Heloísa Helena (PSOL) 11,7%. Abaixo, os números detalhados da pesquisa. O dia não vai ser bom no ninho tucano.

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, caiu em todas as simulações da pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira. Já o presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua vencendo a eleição presidencial no primeiro turno.

Se a disputa fosse hoje, Lula teria 60,5% dos votos válidos, contra 24,9% de Alckmin e 11,7% de Heloísa Helena (PSOL).

Na pesquisa estimulada (em que eleitor recebe uma lista com os nomes dos candidatos), o tucano despencou 7,5 pontos percentuais. Em julho, ele tinha 27,2% das intenções de voto e agora, 19,7%. O presidente, por sua vez, cresceu 3,8 pontos percentuais, passando de 44,1% para 47,9%.

A candidata do PSOL também cresceu na pesquisa. Em julho, ela tinha 5,4% das intenções de votos e hoje, 9,3%.

Os demais candidatos ficaram com menos de 1% das intenções de voto --Cristovam Buarque, do PDT (0,6%); José Maria Eymael, do PSDC (0,4%); Luciano Bivar, do PSL (0,2%); e Rui Pimenta, do PCO (0,1%). Os votos indecisos, brancos e nulos permaneceram estáveis, com 20,9%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.