segunda-feira, 23 de março de 2009

A política brasileira é surreal

A notícia abaixo, em versão da Folha Online, é realmente mais uma prova do surrealismo da política brasileira: enquanto uma boa parcela do PSDB defende que o partido não realize prévias e tente a via do consenso para decidir o candidato à presidência, eis que os afoitos socialistas do PPS correm para fazer eles mesmos uma "prévia" entre José Serra e Aécio Neves. É claro que a coisa tem toda a pinta de estar sendo feita "a pedidos", provavelmente de Serra, que vem sendo acusado de não aceitar a disputa proposta por Aécio. Este blog aposta que o governador paulista será preferido por mais de 80% dos discípulos do adiposo Roberto Freire. Quem acertar o percentual exato pode requisitar no PPS a coleção completa dos escritos de Freire, que remonta ao tempo em que ele era do velho e bom PCB. As pessoas mudam, é bem verdade...

PPS se antecipa ao PSDB e faz prévias entre Serra e Aécio

Com a indefinição no PSDB sobre quem será o candidato do partido à Presidência da República, o PPS resolveu se antecipar aos tucanos e fazer uma consulta interna para saber quem é o preferido de seus correligionários. A consulta, feita por meio do site do partido, colocará em lados opostos o governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), os dois "presidenciáveis" tucanos.

Um comentário:

  1. Exagero do puxassaquismo, tipico do tal PPS, apendice do PSDB-DEMOS... O Freire vende o conceito adquirido na epoca do PCB e mantem a pança as custas de governos ditos "neoliberais". Discurso moralista com criticas exclusivas ao governo Lula e ao PT, levou junto a Soninha, ex-PT e atual sem-discurso e com-emprego em uma das regionais do Kassab. Partidinho de segunda, competindo com PTB E PPs da vida, e em franca extinçao.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.