quarta-feira, 25 de março de 2009

Governadores no Datafolha:
Yeda naufraga no vermelho

A Folha de S. Paulo publicou hoje uma pesquisa sobre a popularidade de 10 governadores dos Estados considerados mais imporantes do país (na verdade, são nove estados, mais o Distrito Federal). Duas coisas chamaram atenção no material da Folha.

Primeiro, a composição da manchete e linha fina da capa: "Aécio lidera ranking de governadores" e "Mineiro é mais bem avaliado pelos eleitores, diz Datafolha; aprovação de Serra cresce, mas ele cai para 5° lugar". Bem, só faltou o jornal pedir por favor ao governador paulista para publicar essa quedinha de 3° para 5° no ranking e ainda mais por dar a liderança absoluta e inconteste de Aécio Neves.

Em segundo lugar, chama atenção o desempenho horroroso de Yeda Crusius, governadora tucana do Rio Grande do Sul. Ela é a única dos 10 pesquisados que tem mais rejeição do que aprovação. Apenas 17% dos gaúchos acham que Yeda faz um bom governo, o resto reprova a administração do PSDB no Estado. Conforme comentado aqui ontem, Yeda vai ser para o presidenciável do partido mais ou menos a mesma coisa do que os "aloprados" do PT foram para Lula em 2006. Com uma diferença grande: o tucano terá que explicar o desastre gaúcho desde o início da campanha, Lula só teve que falar de Freud Godoy, do churraqueiro e companhia limitada no finalzinho do período eleitoral.

2 comentários:

  1. Luiz, essa reportagem da folha é incrível, até acredito que talvez o PT tb apareça, mas o fato jornalistico é que ele não apareceu até agora, mas a ênfase da reportagem é a de que ele pode aparecer. Incrível!

    operação castelo de areia

    PT pode ser investigado por
    doações da Camargo Corrêa


    Partidos beneficiados seriam PSDB, PPS, PSB,
    PDT, DEM, PP e PMDB, apontam gravações da PF.

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u540812.shtml

    ResponderExcluir
  2. A cara de pau de nossa imprensa não tem limites!!! Parece que temos uma oposição virgem e santa, de acordo com as manchetes do UOL sobre a Operação Castelo de Areia: "Construtora Camargo Corrêa recebeu R$ 129 milhões do PAC" e "PT pode ser investigado por doações da empresa". Querem, de novo, transformar este escândalo em um do PT, sendo que todos estão envolvidos, menos, por enquanto, justamente o PT. Logo, virão o que eles adoram dizer: trololó, kit PT e por aí vai... Inacreditável!!!

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.