quinta-feira, 14 de maio de 2009

Pausa poética

Mais uma colaboração, desta vez em versos, de Jorge Rodini, diretor do instituto de pesquisas Engrácia Garcia.

Brasil

Matas, flores, florestas, pequenas arestas

Imenso, insensato, doenças, artesanato

Norte, Amazônia, desmatamento, tormento

Nordeste, seca inundada, descaso, verba desviada

Centro-Oeste, Pantanal, polo de atração, pouca vazão

Sudeste, capitais sem capital, desenvolvimento, poluição visual

Sul, imigração européia, dilúvio seco, epopéia

Distrito Federal, tomada de decisão, fio da navalha, perdi meu chão

Brasil de cores de pele, de Pelé, de Tom Jobim, tamborim

Onde a crise sucede outra, mas o brasileiro não tomba

Briga, xinga, acarinha, desculpa, e volta ao trabalho

Gasolina sempre sobe, spread nunca cai, vai brazuca, vai

Parlamento, parla aumento, uma banana para seu eleitor

Senado, sei nada, dança amarela, passagem para ela

E assim, sem salário mixo, o nobre deputado, fala do lixo

Pobre depenado, o brasileiro eleitor, pede passagem, pede coragem

Congresso, representação, hoje regressso, da Grande Nação

País do futuro, os pais dos futuros exigem ação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.