quarta-feira, 6 de maio de 2009

Boas notícias na economia

A bolsa de valores de São Paulo vem se recuperando rapidamente, mas este não é o melhor sinal que vem da seara econômica, afinal, todo mundo sabe que o mercado de capitais é um cassino e pode muito bem ser que o Brasil esteja atraindo, ainda, dinheiro especulativo. Assim, da mesma forma como sobe, o Ibovespa pode despencar de novo. Notícia boa mesmo vem da chamada "economia real", conforme se pode verificar na matéria abaixo, do portal G1. A recuperação ainda é tímida, claro, mas só o fato de ter parado de piorar já é um alívio grande. Tem muita água para rolar pela frente, mas o fato é que se continuar nesta toada, Lula terá em 2010 o discurso de que combateu e venceu "a maior crise da história do capitalismo". No fundo, a crise pode nem ser tudo isto, mas é assim que a grande imprensa está vendendo o peixe. E se não for tudo isto, o lucro estará nas mãos do presidente...

Varejo se recupera e tem terceira alta seguida, mostra pesquisa

Atividade do setor cresceu 0,6% em abril.
Expansão foi liderada por supermercados, diz Serasa.

Do G1, em São Paulo

O comércio varejista brasileiro registrou em abril sua terceira alta mensal consecutiva, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (6) pela Serasa. A alta, de 0,6%, consolida a recuperação do setor, aponta a entidade.

Com a expansão verificada no mês passado, o comércio varejista acumula alta de 3,9% no ano. Na comparação com abril de 2009, o setor cresceu 2,9%.

De acordo com o levantamento, a expansão foi liderada pelo setor de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas, com crescimento de 1,7%, seguido por móveis, eletroeletrônicos e informática, com alta de 1,0%.

“As promoções dos supermercados e hipermercados tendo em vista as vendas da Páscoa e a redução do IPI para os eletrodomésticos, anunciada pelo governo federal em 17 de abril de 2009, estão entre os fatores que contribuíram para os desempenhos positivos destes dois segmentos do varejo em abril”, diz a Serasa em comunicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.