terça-feira, 12 de maio de 2009

Gaspari e o PMDB de São Paulo

Texto escrito pelo autor deste blog para o Circo da Notícia do Observatório da Imprensa:

COBERTURA POLÍTICA
Barriga ou recado cifrado?


Por Luiz Antonio Magalhães em 12/5/2009

Notinha da coluna dominical (10/5) do jornalista Elio Gaspari, publicada em diversos jornais do país:

"A luz de serra – De fininho, o PMDB de São Paulo afasta-se da candidatura da ministra Dilma Rousseff."

Ou Elio Gaspari não lê jornais brasileiros faz muito tempo, ou se trata de recado cifrado com destinatário certo. Desde a campanha municipal do ano passado, o PMDB de São Paulo, comandado pelo ex-governador Orestes Quércia, está fechado com a candidatura de José Serra (PSDB) à presidência. "De fininho" não pode ser: Quércia já deu inúmeras entrevistas sobre o assunto, sempre bastante entusiasmado com a possibilidade de Serra se eleger em 2010 (no Google, há notícias de mais de ano, datando de abril de 2008, como esta). Ademais, o PMDB paulista jamais cogitou apoiar Dilma, portanto não é possível que tenha se afastado de algo que nunca esteve próximo.

O recado pode ser outro: há algum tempo circula nos bastidores a hipótese de Michel Temer, presidente da Câmara e deputado pelo PMDB paulista, ser o vice de Dilma. Bem informado que é, Gaspari pode ter insinuado que Temer (e não o "PMDB paulista", pois Temer pode até apitar bastante em Brasília, mas na província é Quércia quem manda), ele sim, é que estaria se afastando de Dilma.

O problema deste tipo de recado cifrado é que para o leitor comum a informação chega truncada, incompleta e pode simplesmente não ser entendida. No fundo, ou Elio Gaspari não pode escrever a notícia que pretendeu (Temer está se distanciando de Dilma) porque suas fontes não avalizam a informação, ou está prestando um serviço ao presidente da Câmara (Temer quer mais "garantias" para aceitar ser o vice de Dilma). Nos dois casos, mau jornalismo. Pior, no entanto, seria acreditar na tradução "literal" da nota de Gaspari ("o PMDB paulista está fechado com Serra"), pois neste caso a notícia é velha de mais de ano. Péssimo jornalismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.