domingo, 5 de abril de 2009

Pânico da direita leva Entrelinhas ao erro

O pânico da direita com o sucesso de Lula é tão grande que levou este blog a reproduzir uma notícia antiga. O presidente brasileiro foi, sim, indicado ao prêmio Nobel da Paz, mas em 2003, não neste ano da graça de 2009. A confusão se instalou com a nota abaixo, do blog Coturno Noturno, um dos mais ativos da ultradireita. Vamos a ela e voltamos em seguida:

Lula cotado entre 165 para Nobel da Paz

Mais de R$ 2 bilhões perdidos em corrupção ao ano;
50 mil homicídios por ano, 1 a cada 100 mil habitantes;
Mais de 1 milhão de pessoas envolvidas em conflitos rurais violentos;
400 mil presos em 150 mil vagas prisionais;
15 mil casos denunciados de abusos sexuais contra crianças;
20 mil jovens mortos no trânsito em 2008, num total de mais de 40 mil mortes;
600 mil usuários de drogas;
Mais de 50 milhões de brasileiros vivendo em favelas, dominadas pelo tráfico de drogas;
Quase 2 mil pessoas atingidas por balas perdidas apenas no Rio de Janeiro, a cada ano.

Paramos por aqui. Segundo a EFE, o presidente Luis Inácio Lula da Silva está entre os candidatos ao Prêmio Nobel da Paz. O norueguês Stein Tonnesson, diretor do Instituto Internacional para a Investigação da Paz, teria confirmado a indicação de Lula. A divulgação dos premiados será em outubro.O diretor do Instituto Nobel, Geir Lundestad, informou que há 165 personalidades e instituições propostas para o prêmio. Stein Tonnesson afirmou ao 'Le Monde' em fevereiro que a vitória de um político sul-americano que luta contra as desigualdades sociais é muito provável. Principalmente se esse político for o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.A EFE informou que Tonnesson disse que Berge Furre, membro do Comitê Nobel da Paz, é um grande admirador do presidente brasileiro. Postado por Coronel às 12:12:00, 4 de abril de 2009


O tal coronel que publica o Coturno, porém, não reparou que a notícia era antiga e deu a coisa como nova. O Entrelinhas caiu na armadilha do direitoso. Ao realizar a checagem, se deparou com uma matéria antiga da revista Época, reproduzida na nota anterior, já devidamente excluída para não provocar mais confusão. Como a data não estava em destaque no site da Época, a besteira passou batida. É o que dá confiar em direitosos panicados com a possibilidade de Lula fazer o sucessor em 2010.

O lado positivo da coisa toda é verificar que no Entrelinhas não tem essa de apagar o post sem explicar o motivo: erros são admitidos e corrigidos, contando sempre com a colaboração dos atentos leitores - esta correção, por exemplo, partiu de uma advertência de um comentarista sobre a data da matéria da revista. Sorry pelo erro, mas acontece nas melhores famílias. De resto, alguém precisa avisar ao tal coronel do Coturno Noturno que o Nobel vai ficar para o final da carreira do presidente Lula, quem sabe depois que ele finalizar o mandato de secretário-geral da ONU...

3 comentários:

  1. Há comentários novos sobre o tema: Bourdoukan e o Eduardo Guimarães ouviram o boato de fontes não-brasileiras.

    ResponderExcluir
  2. Este tal de coronel, foi um dos que agiu durante a ditadura.

    Trata-se de uma utra-direita e que sofre muito por não conseguir eleger o seu candidato.

    ResponderExcluir
  3. Paulo Maurício Machado5 de abril de 2009 09:51

    Eu diria, Luis, que este fato tem ainda vários outros aspectos positivos. Só para citar dois deles, fica explícita a campanha que vem sendo urdida, não para minimizar a importância do Nobel da Paz, mas para retirar preventivamente todo o simbolismo que representa, desde que o indicado ao Prêmio seja o Lula - da mesma forma como tentam fazer para amenizar o impacto das declarações do Obama, quando referiu-se a ele como "o cara".

    Só que esses "coronéis" da direita dão "varada n'água", como dizem os pescadores em dia de azar, porque o ativismo colaborativo da blogosfera - e aí entra mais um aspecto positivo da coisa - não permite que se mantenham por muito tempo essas farsas e manobras de desinformação para confundir o público como, aliás, você mesmo vem sempre alertando.

    Este seu post é oportuno, pertinente e demonstra de maneira clara que a credibilidade só tem, só pode ter, uma face. Nessas horas a gente tem que ser é maniqueísta mesmo - e isso é totalmente justificável porque não há alternativa sobre de que lado ficar.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.