quarta-feira, 15 de abril de 2009

Sobre a previsão de crescimento de 2010

A notícia abaixo, na versão da Agência Brasil, revela que o governo acha que o PIB do país cresce 4,5% em 2010. Oxalá a equipe econômica esteja certa, mas este blog avalia que, neste momento, qualquer número é chute. Podiam ter colocado qualquer taxa, ninguém em sã consciência tem a menor idéia do que vai acontecer no próximo ano, pelo menos não neste momento. Porém, sendo obrigação governamental (o dado precisa constar da LDO), talvez seja razoável que o governo trabalhe com estimativas otimistas. Imagine o leitor qual seria a reação dos sites se a peça orçamentária previsse algo como 1% ou 1,5%? É a velha história do comandante do Titanic: não dá para mandar a turma pular do navio...

Governo prevê crescimento da economia no próximo ano em 4,5%

Wellton Máximo, repórter da Agência Brasil

Brasília - O governo trabalha com crescimento de 4,5% da economia para o próximo ano. Os parâmetros foram divulgados há pouco pelo Ministério do Planejamento e constam do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2010, enviado hoje (15) ao Congresso Nacional.

Para o ano que vem, a inflação oficial será de 4,5%, pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPCA). A estimativa é a mesma prevista para 2009. A LDO prevê que o dólar fechará o próximo ano em R$ 2,29, valor praticamente igual ao projetado para o fim deste ano, que é de R$ 2,31.

A LDO prevê ainda preço de US$ 56,06 para o barril do petróleo ao final de 2010 e percentual de 10,21% para a média da taxa Selic ao longo do próximo ano.

Neste ano, o governo prevê que os juros básicos serão de 10,8% ao ano, na média.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.