terça-feira, 29 de maio de 2007

Foi Serra quem detonou Renan?

Tem tucano maldoso - "alquimista", provavelmente – dizendo que o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), está por trás das denúncias contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). É que o caso de Renan, que tem todos os componentes de uma boa telenovela, já deixou em segundo plano o principal foco de desgaste do governo Serra – a ocupação da reitoria da Universidade de São Paulo (USP) pelos estudantes.

Quem conhece Serra de perto acha graça na piada, porque tal estratégia combina com o maquiavelismo do governador. Pelo que este blog apurou, porém, no que diz respeito aos ataques contra Renan Calheiros, Serra está inocente. Já os problemas do governador na USP, como os de Renan no Senado, estão bem longe de uma solução. Não vai ser uma semana fácil para a dupla em questão.

Um comentário:

  1. Não só o caso da USP. Nem se fala mais sobre o acidente da Linha 4, a dengue, as greves e manifestações de professores, um monte de engavetamentos.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.