terça-feira, 26 de junho de 2007

Oposição faz Lula nadar de braçada

Os dados divulgados na pesquisa CNT/Sensus nesta terça-feira, reproduzidos resumidamente abaixo na versão da Folha Online, confirmam o tal levantamento dos tucanos e democratas sobre o cenário político: a aprovação do presidente chega a 64%, apenas ligeiramente superior ao que foi aferido em abril. É a maior taxa desde o escândalo mensalão. Tem gente que acha que "pesquisa é tudo comprada", mas a realidade não é bem assim, tanto que a própria oposição se apressou a dizer que Lula está, sim, muito bem avaliado. No fundo, o que sustenta a popularidade do presidente é a economia do país. Este blog tem apontado os dados econômicos que confirmam a tese: venda de computadores crescendo a taxas chinesas; montadoras prevendo que 2007 sejá o melhor ano da história da indústria automobilística, superando 1997; venda de supermercados crescendo; crédito e consumo das famílias em expansão, entre tantos outros dados. O dólar barato também ajuda Lula no eleitorado de classe média, que fica feliz com as viagens mais baratas, e parece não ter afetado tanto assim as contas externas, apesar da choradeira dos exportadores, a balança comercial continua com superávits recordes.

O problema da oposição, porém, não é apenas a blindagem de Lula. À direita e à esquerda do presidente, o maior drama é que ninguém tem um projeto alternativo para o Brasil. No PSOL e partidos de extrema-esquerta, há uma tentativa de escapar da mimetização do antigo PT, mas Heloísa Helena e sua turma não conseguem explicar o que fariam após a "auditoria da dívida externa" e do passe de mágica que darão para acabar com a corrupção. No PSDB e Democratas, a coisa é ainda mais complicada: os dois partidos na verdade apóiam a atual política econômica, mas têm de fingir que fariam tudo diferente. Mentira, como se sabe, tem perna curta.

Enquanto não houver projeto alternativo consistente, Lula vai nadar de braçada e cantar de galo: afinal, nunca antes neste país um presidente consegiu ser tão popular por tanto tempo. Podem pesquisar.
A seguir, a matéria da Folha Online:

Lula tem segunda melhor avaliação desde 2005, diz CNT/Sensus

RENATA GIRALDI
, em Brasília

A aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é a segunda melhor desde 2005, quando houve as denúncias do mensalão, aponta pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta terça-feira.
De acordo com a pesquisa, 64% dizem aprovar o presidente, contra 63,7% que tiveram a mesma opinião em abril, quando foi realizada a última pesquisa. Já 29,8% desaprovam Lula, contra 28,2% que opinaram da mesma forma na última pesquisa. A pesquisa de hoje indica ainda que 6,3% não souberam responder sobre o assunto, contra 8,2% em abril. Em relação à avaliação do governo do presidente Lula, houve uma estabilidade nos números. De acordo com a pesquisa, para 47,5%, a avaliação é positiva. Na última pesquisa, era 49,5%. Para 36,5%, a avaliação do governo é regular, contra 34,3% da pesquisa anterior. Já os que consideram negativa, a avaliação é de 14%. Em abril, era 14,6%. "O que mantém a popularidade do governo é o funcionamento da economia, os programas sociais e o carisma do presidente Lula", disse o diretor do instituto Sensus, Ricardo Guedes. A pesquisa ouviu 2.000 pessoas de 18 a 22 de junho em 136 municípios de 24 Estados. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.