segunda-feira, 29 de junho de 2009

Ultradireita brasileira diz que
golpe em Honduras é "democrático"

Chega a ser risível a reação dos blogueiros direitosos - Reinaldo Azevedo e o tal Coronel do Coturno Noturno à frente - em relação ao golpe de Estado em Honduras. Não adianta a OEA (comunistas?) e os EUA (bolcheviques?) condenarem a quartelada, o pessoal acha que a "democracia" foi a grande vitoriosa no país da América Central. Golpe, para essa gente, só vale se for praticado por Hugo Cháves, Evo Morales e demais governantes de esquerda do continente americano - "golpes" esses, aliás, apoiados em mudanças constitucionais legítimas e acompanhadas por observadores internacionais. Realmente, dá vontade de rir da falta de senso da ultradireita brasileira. Mas é melhor não rir, porque se depender deles, o que vale em Honduras deveria valer na América Latina toda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.