terça-feira, 23 de junho de 2009

A blogosfera, por Jorge Rodini

Em mais uma colaboração para o Entrelinhas, o diretor do instituto de pesquisas Engrácia Garcia, Jorge Rodini, escreve sobre a blogosfera. A seguir, a íntegra do comentário.

Os homens são contraditórios nas suas similaridades. Quando vestem mantos virtuais, sentem-se mais poderosos, mais ouvidos, mais acarinhados. As palavras saem das teclas com a rapidez de flechas, que podem acertar no alvo ou não.
Quem de nós pode garantir que não magoou alguém com seus artigos, textos, comentários? Às vezes o que é de Chico não é de Francisco. A relação de um blogueiro com seus comentaristas é, realmente, a de pai ou mãe para filho. Apesar do espaço democrático, tal qual na relação filial, os pais tem que impor limites. Ou as famosas regras do blog.
Convivendo dioturnamente com pensamentos diversos, com com as limitações do ser humano, o blogueiro é também um diretor de escola. Tem leitores de todas as idades, frutos de culturas diferentes e isso é que engrandece a todos.
Aprender com cada um dos comentaristas é se renovar a cada instante. Sempre existirão discussões, briguinhas, querelas quixotescas, mas também faz parte.
A blogosfera é uma menina ainda. Não fez história, mas mudou toda a histótia.
Precisamos ter paciência com a menina. Ela é linda, rápida, atualizada, mas também pode ser mordaz.
Ela está amadurecendo, seus comentaristas, leitores , articulistas, moderadores e os donos dos blogs também.
Sem comentários não há discussão. Sem discussão pouco se absorve, portanto que fiquem todos... dentro dos limites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.