sábado, 18 de julho de 2009

Veja vende entrevista, acusa jornalista

O que vai reproduzido abaixo são dois comentários postados no Twitter por Tão Gomes Pinto. Do jeito que está escrito, não cabe muita dúvida: o jornalista acusa a revista Veja de ter vendido uma entrevista nas páginas amarelas, no caso ao governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM). Tão Gomes Pinto chega a dar até o preço do negócio, a bagatela de R$ 442 mil. Este blog acha a acusação meio pesada, é preciso provar este tipo de coisa. E a revista sempre pode alegar que o pagamento de publicidade do governo do Distrito Federal nada tem a ver com a entrevista nas amarelas... Mas Tão é macaca velha, jornalista da velha guarda, experiente, de forma que se faz uma acusação deste quilate, é porque tem como provar. A ver.

A Veja recebe e entrega a mercadoria no ato. A contra-partida está nas páginas amarelas desta edição. Adivinhem com quem? Arruda, claro

A entrevista acabou saindo barata. Só R$ 442 mil. Pagos pela Sec. de Educação do DF. Fora a mútua simpatia que uma ação dessas produz

Um comentário:

  1. O texto faz referencia a pagamento feito com dinheiro do Gov. FEDERAL...
    O Jornalista Tão fala em distrito Federal.
    Corrige aí...

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.