sexta-feira, 17 de julho de 2009

Rodini: Alma Carioca

Mais uma colaboração do craque Jorge Rodini para o Entrelinhas. Desta vez, uma homenagem à Cidade Maravilhosa.

Começo pelo Cristo, prova que eu existo
Belo e redentor, maravilha de ator
Imponente cartão postal, estátua nacional
Passeio em Copacabana , meio fio de semana
Praia em movimento, morenas ao vento
Por elas me derreto, caminho branco e preto
Na beira da lagoa, flanando à toa
Descubro um Rio seguro, não devia ter muro
Que bela vista, carioca capa de revista
Arcos da Lapa, moradores de qualquer mapa
Bondes de Santa Teresa, artistas sentados a mesa
Rebuliço cultural, Montmartre nacional
Parte do meu Rio, sua geografia remonta o vazio
E a Barra? E o Botânico jardim? É muito para mim
Viver no Paraíso , é muito mais do que preciso
Mas, tal qual Narciso, esta cidade é um grande aviso
Sua praia é um espelho, sua areia um tapete vermelho
Convidando os de fora, a mudar de alma na hora
Quem ouve este sotaque, remonta o almanaque
E o cidadão paulista , transforma-se no nativo ativista
Dos trem das onze do Jaçanã ao
jogo das quatro da tarde do Maracanã
O bloco de Ipanema, é parte do mesmo tema
No grande carnaval da minha vida,
o reencontro da pessoa querida
Onde tudo simboliza o que está aí,
os desvarios da Marquês de Sapucaí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.