terça-feira, 21 de julho de 2009

DEM não carrega pacote...

Do site Congresso em Foco:

DEM entra com ação no STF contra cotas raciais da UnB

Renata Camargo
O partido Democratas ajuizou uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o sistema de cotas raciais da Universidade de Brasília (UnB). Na ação, feita pela procuradora no Distrito Federal Roberta Fragoso Kaufmann, o partido pede que as cotas raciais sejam declaradas inconstitucionais e que sejam suspensas as matrículas de alunos cotistas aprovados no último vestibular da UnB. “É uma Ação objetivando acabar com as cotas raciais na UnB. Há pedido de liminar para suspender a matrícula dos alunos aprovados no último vestibular da UnB, cujo resultado foi divulgado na sexta-feira, dia 17”, informou ao Congresso em Foco a procuradora Roberta Kaufmann, que está atuando como advogada voluntária do DEM na ação.

A notícia acima também é daquelas que dispensa comentários. Mas faz lembrar a letra da música "A banca do distinto". É, o pessoal do DEM não carrega pacote...

Não fala com pobre, não dá mão a preto
Não carrega embrulho
Pra que tanta pose, doutor
Pra que esse orgulho
A bruxa que é cega esbarra na gente
E a vida estanca
O enfarte lhe pega, doutor
E acaba essa banca
A vaidade é assim, põe o bobo no alto
E retira a escada
Mas fica por perto esperando sentada
Mais cedo ou mais tarde ele acaba no chão
Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do coco afinal
Todo mundo é igual quando a vida termina
Com terra em cima e na horizontal

2 comentários:

  1. Pedro P. Tardelli21 de julho de 2009 22:46

    O duro disso é saber que para muitos jovens que tem como referência informações da Globo, Jô & suas castas meninas, Veja, Época, CQC & afins, os demos são os guardiões da ética e moralidade pública, "em oposição à corrupção jamais vista neste país"... e o PFL, bem escondidinho no passado, acoberta os tantos Ronivons da vida.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.