segunda-feira, 27 de julho de 2009

Alô, Jungmann, e o sequestro da poupança?

Uma pena o deputado Raul Jungmann (PPS-PE) estar curtindo as férias neste momento, do contrário os coleguinhas poderiam perguntar o que ele acha da notícia abaixo, da Agência Estado. Para quem não lembra, o parlamentar pernambucano foi quem saiu por aí espalhando no programa de seu impoluto partido que o governo Lula "sequestraria" a caderneta de poupança, tal e qual fez Fernando Collor de Mello. Este blog já escreveu sobre este assunto algumas vezes, mas é sempre bom lembrar a irresponsabilidade do deputado do PPS. Felizmente, o povão não acreditou muito nele, como se pode ler abaixo...

Poupança já captou R$ 4,5 bi, 90 vezes mais do que em junho

Até dia 21 de julho, saldo de recursos depositados somava R$ 287,9 bi, frente aos R$ 279,9 bi no mês anterior

Mariana Segala

SÃO PAULO - A caderneta de poupança registrou depósitos líquidos (aplicações menos resgates) de R$ 4,5 bilhões em julho (até dia 21), período que corresponde aos primeiros 15 dias úteis do mês, segundo dados do Banco Central. Nesse mesmo intervalo de dias no mês passado, a captação da poupança foi de R$ 49 milhões. Ou seja, o resultado de julho (até o dia 21) supera em mais de 90 vezes o de junho. No dia 21 deste mês, o saldo de recursos depositados na caderneta somava R$ 287,9 bilhões, frente aos R$ 279,9 bilhões no mesmo dia de junho.
No mês de julho inteiro de 2008, a poupança recebeu um total líquido de R$ 2,2 bilhões e no mesmo mês de 2007, os depósitos foram de R$ 3,5 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.