domingo, 19 de julho de 2009

Prá que discutir com madame?

Outro bom post de Luis Nassif, desta vez sobre artigo da impagável Danuza Leão. Duro não é a moça pensar o que pensa, nem escrever o que escreve, mas é a Folha publicar tamanhã bobagem. A seguir, o comentário de Nassif, reproduzido tal como saiu em seu blog.

Madame diz que a raça não melhora

DANUZA LEÃO
A fome
Está mais do que na hora de lei limitar a dois o número de filhos, e quem ultrapassar não ter mais Bolsa Família

SEGUNDO A ONU, vai a 1 bilhão o número de pessoas que passam fome no mundo; pois nem assim o governo Lula ataca com seriedade (nem sem) o problema do controle da natalidade. Sem esse controle, mais e mais gente nasce, e em alguns anos o bilhão vai se transformar em 2, 3, 4 bilhões. Quanto mais pobre é o país, quanto mais pobre a região do país, mais ignorante é a população, que, sem uma orientação para valer, vai continuar fazendo a única coisa que sabe: procriar.

Comentário

Isso que dá quando o parajornalismo de variedade se mete a opinar sobre tudo. A taxa de natalidade do país está em queda livre faz anos, justamente por conta das melhoriais sociais e dos programas de planejamento familiar oferecidos a famílias que podem escolher. Um dos grandes trunfos do país para as próximas décadas é a questão demográfica, justamente devido à redução do tamanho das filhas pobres.
E a Danuza, defensora dos modelos liberais, propõe um controle chinês sobre as famílias pobres.
Bom, como dizia Janet de Almeida, “prá que discutir com madame”:
Madame diz que a raça não melhora / que a vida piora / por causa do samba /. Madame diz que o samba é pecado / o samba, coitado / precisa acabar.

2 comentários:

  1. Essa velha é uma múmia, um zumbi que fala, já morreu, seu pensamento parou nos anos sessenta, no que havia de pior nessa época...

    ResponderExcluir
  2. Pedro P. Tardelli19 de julho de 2009 21:55

    Essa senhora que nem a idade aceita e ultimamente tenta algum prestígio ao atacar sistematicamente o governo Lula, um dia pensou ficar na história e buscou sempre tentar se firmar como alguma coisa: foi irmã da bela Nara Leão, "esposa" do grande Samuel Wainer, ultimamente ataca garotos jovens com dificuldades financeiras imediatas no eixo Paris-NY. Sempre tentou ser chique, mas por esse artigo nota-se que está mais brega do que nunca.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.