quarta-feira, 22 de julho de 2009

Sarney sifu com matérias do Estadão?

A situação do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ficou ainda mais complicada com a publicação hoje de uma série de matérias no jornal O Estado de S. Paulo revelando ligações telefônicas do senador com familiares - filho e neto. O tom de bazófia em algumas conversas é o tipo da coisa que só faz crescer a indignação com o senador Sarney e sua família. Está ficando cada dia mais difícil para o presidente aguentar a pressão. Se sobreviver, terá sido por milagre, pois nesta altura do campeonato tudo indica que a pressão para derrubá-lo do cargo atingiu um nível semelhante a que foi imposta a Renan Calheiros (PMDB-AL). Difícil resistir...

2 comentários:

  1. Eu só vejo um nome capaz de comandar o Senado hoje, o pepista Francisco Dornelles. Foi ministro de FHC e aliado do lulista Sérgio Cabral. Não se mete em confusão é tem trânsito em todos os gabinetes.

    No PMDB não tem um único nome minimamente razoável; um nome do PT seria inviável.

    ResponderExcluir
  2. Para resistir, a única coisa que ele precisa fazer é querer.
    Basta isso. Não é tão difícil assim.

    Como se sabe, não existe previsão no RI do Senado para a substituiçao ou destituição do Presidente. Assim sendo, ele só sai se assim o quiser.

    E ele não quer...

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.