sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Kassab imita Jânio e agrada conservadores















A matéria abaixo é da Folha Online e revela bem o estilo que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), vem imprimindo à sua gestão na capital. Depois do Cidade Limpa, programa que mudou a cara de São Paulo com a retirada de outdoors e regulamentação das fachadas de estabelecimentos comerciais, o prefeito se dedica a criar fatos midiáticos de alta repercussão e baixo custo, como fazia o falecido prefeito Jânio Quadros. A intenção do fechamento de bordéis de luxo é uma só: chamar atenção da imprensa e ganhar a confiança dos segmentos conservadores da sociedade. Mais um pouco, o prefeito vai proibir o biquini nos clubes e a briga de galo. Não fosse a ausência de carisma, poder-se-ia dizer que Jânio Quadros já tem um sucessor à altura. Ah, além do carisma, falta também a Eloá...
A seguir, a íntegra da matéria da Folha.

Depois do Bahamas, força-tarefa fecha boate Café Millenium

Uma força-tarefa interditou a boate Café Millenium, que fica na Aclimação (zona sul de São Paulo), às 21h de ontem (30). Representantes das polícias Civil e Militar, do Ministério Público Estadual e da Subprefeitura do Ipiranga estiveram no local e encontraram indícios de que o estabelecimento seja uma casa de prostituição. Quatro pessoas foram presas.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, os suspeitos presos são três homens --de 26, 32 e 35 anos-- e uma mulher de 35 anos. Os nomes deles não foram divulgados.

Como o crime de manter casa de prostituição é inafiançável, os quatro permaneciam presos na seccional central de São Paulo, na manhã desta sexta-feira.

No momento da operação, havia dezenas de pessoas no local, entre clientes e funcionários da boate. No estabelecimento foram apreendidos um álbum com fotos de mulheres; uma lista com nomes de funcionários e outra com números de quartos e de preservativos; e recibos de lavanderias e táxis; além de três computadores, um revólver calibre 38 e um celular.

Por parte da subprefeitura, a boate foi lacrada por não ter alvará de funcionamento. Foi aplicada uma multa de R$ 50 mil --metade pela boate e metade pelo hotel que há no prédio.

Por telefone, a reportagem não conseguiu localizar representantes da gerência do Café Millenium, para saber se há intenção de recorrer da interdição da casa.

Outdoors polêmicos

Em setembro de 2005, o Café Millenium e a boate Romanza, que fica em Pinheiros (zona oeste de São Paulo), foram fechados pela prefeitura com blocos de concreto por terem instalado outdoors com conteúdo pornográfico em diversos pontos da cidade. Os anúncios estavam em pontos que integravam a rota dos espectadores da corrida de F-1 que ocorreria dias depois, no autódromo de Interlagos (zona sul de São Paulo).

Bahamas

Concorrente do Café Millenium, o Bahamas, do empresário Oscar Maroni Filho, também foi interditado terça-feira (28), por ordem do TJ (Tribunal de Justiça).

O estabelecimento foi fechado a pedido do subprefeito da Vila Mariana, Fábio Lepique. Ele cassou o alvará de funcionamento da casa noturna com base em uma entrevista concedida por Maroni Filho. Na entrevista, ele declarou que a boate promove a prostituição. "Sim, é prostituição de luxo sim, não vamos ser hipócritas."

Maroni Filho está preso há quase 20 dias, em São Paulo, acusado de formação de quadrilha e exploração da prostituição.

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

3 comentários:

  1. O Luiz, que nota maldosa!

    ResponderExcluir
  2. Falta o histrionismo do Jânio! Ou, então, condecorar o Hugo Chávez, já que não tem Che.

    ResponderExcluir
  3. Há na minha visão um erro de análise. Conservadores também frequentam bordéis de luxo.
    abs
    Bahid Bailen

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.