quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Jorge Rodini: fica, Renan!

Está divertido o comentário de Jorge Rodini, diretor do instituto de pesquisas Engrácia Garcia, sobre o episódio envolvendo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O bom conselho que vai no título, Rodini dá de graça ao senador alagoano...

Renan Calheiros, presidente do Senado, ficou um pouco de escanteio nas últimas semanas devido ao pavoroso desastre com avião da TAM e aos gestos obscenos do assessor petista Marco Aurélio "top-top" Garcia. O senador deve ter sentido alívio neste intervalo, pois estava mutio pressionado e impressionado com o apetite da oposição em ver sangue... de boi.

Agora que voltou a ser destaque, percebeu que está quase sem defensores. O presidente Lula já emitiu sinais que vai abandonar o barco renaniano e trocar o comandante. Para muitos, é melhor perder o anel e preservar o dedo. Renan quer o milagre: manter os dois.

É difícil dar conselho. Para tal, teria que conviver com o senador, ser seu amigo, ouvi-lo e entendê-lo. Não prezo da sua intimidade, nem tenho que julgar quem quer que seja. Mas estou incomodado em vê-lo vagando tal qual zumbi numa arena de touros que sorriem matreiramente pronto a abatê-lo. Renan está no ponto para ser abatido. Então, resolvi aconselhá-lo, para minimizar o final fatal que se avizinha: Fica Renan, fica... em Alagoas, na sua Maceió ou em Murici! Fica um tempo lá, pensando, refletindo, tentando manter um Mandato que pode estar escapando pela carcaça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.