segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Jorge Rodini: começou o jogo

Em mais uma colaboração para este blog, Jorge Rodini, diretor do instituto Engrácia Garcia, analisa o resultado da pesquisa Datafolha sobre o quadro eleitoral na capital de São Paulo. A seguir, a íntegra do comentário:

A pesquisa Datafolha divulgada neste final de semana revela que o recall de Alckmin pela participação nas eleições presidenciais de 2006 pode ser determinante no resultado final em 2008. O prefeito Kassab tem seu melhor desempenho entre os homens e os mais idosos. Sua base predominante é composta pelos de nível médio e superior e os mais ricos. O ex-governador Alckmin tem perfil econômico e educacional semelhante ao do alcaide, porém é mais forte no público feminino e mais jovem.

Quando Kassab não é colocado na simulação, Alckmin amealha votos de segmento deste eleitorado em que não é tão forte (homens acima de 34 anos), deixando-o quase imbatível.

Marta Suplicy tem sua rejeição aumentada entre os mais instruídos e mais ricos, apesar de muito bem votada nos segmentos mais sofridos da população paulistana.

Geraldo Alckmin será, a partir desta pesquisa, intimado a concorrer no pleito paulistano, até porque precisa manter seu nome em evidência para uma postlação maior e 2010. Por outro lado Kassab mostrou ser competitivo, dotado de perfil autoritário e considerado inteligente, com um baú razoável de votos.

Maluf é Maluf... Sempre vai ter bons votos em São Paulo, apesar dos ventos uivantes do exterior.

Neste imbróglio todo, a disputa será preponderante para as eleições presidenciais. Será que o PT perde força? E Marta? Vale a pena correr o risco de perder para Alckmin? Para ela, seria ótimo que Alckmin não disputasse esta eleição, mas falta combinar com o tucano, que tem mostrado muito preparo e vontade nas palestras que tem ministrado.

O sangue começa a circular com mais força no eleitorado paulistano e de todo o País. O jogo político já começou. É preciso saber jogar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.