sábado, 9 de fevereiro de 2008

Romanée Conti e FHC, tudo a ver

Abaixo, três notinhas da coluna do jornalista Cláudio Humberto. Mas pelo que vai nos bastidores tucanos, o jornalismo pátrio teria mais assunto investigando os negócios do ex-primeiro-filho Paulo Henrique, o PHC.

Lula quer expor luxos de FHC
O líder do governo no Senado, Romero Jucá, propôs a CPI dos Cartões Corporativos desde FHC porque o presidente Lula está louco para expor as extravagâncias do antecessor na mordomia do Palácio da Alvorada. Em lugar de uísque e cachaça, itens favoritos na mordomia da era Lula, nos tempos de FHC houve excessos, por exemplo, na compra de vinhos caros como o francês Romanée-Conti, que custam R$ 28 mil a garrafa.

Custou caro
Lula adora um dossiê mostrando os custos do governo com a operação para desocupar a fazenda de FHC invadida pelo MST em Buritis (MG).

Olho por olho
Em eventual CPI dos Cartões, o presidente Lula deve expor as despesas de Luciana, filha e secretária particular de FHC, no governo tucano.

Fino trato
Entre os luxos do ex-presidente FHC com dinheiro público esteve a chef Roberta Sudbrack, uma das melhores do País, contratada exclusiva.

Um comentário:

  1. Convido a todos a assistirem ao novo vídeo do blog Desabafo País: "MÍDIA ESGOTO - SERRACARD e FHC CARD". Imperdível:
    http://br.youtube.com/watch?v=BNP7Bzya0Nw

    ou http://desabafopais.blogspot.com/
    Um abraço, Daniel Pearl - editor. (Prêmio iBEST – blog/político)
    Permissão para divulgação em seus blogs e sites.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.