quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Números para pensar

1. O governo de São Paulo, administrado há quase duas décadas pelo PSDB, tem quase 4 vezes mais cartões de crédito corporativos do que o governo federal – são cerca 42 mil cartões-Serra contra 11,5 mil cartões da bandeira Lula. Isto significa que deve ser muito mais difícil realizar a tal fiscalização que os tucanos usam como argumento para a farra de seus próprios cartões.

2. O governo federal gastou R$ 75 milhões com cartões corporativos no ano passado. O Orçamento da União para 2007 foi da ordem de R$ 600 bilhões. Já o governo Serra gastou R$ 108 milhões com seus cartões corporativos. Parece apenas um pouco a mais, porém é preciso levar em conta que o orçamento do Estado de São Paulo não passou de R$ 100 bilhões em 2007. Em outras palavras, a farra dos cartões tucanos paulistas – inventores desta modalidade de saque dos cofres públicos – é bem mais expressiva do que a do governo federal. É o caso de reeditar aquela propaganda esperta: "Cartões corporativos: o PSDB inventou, o PT copiou. Não foi bom para o Brasil"...

PS às 11h15 de 8/2: Os números referentes à quantidade de cartões estavam incorretos (20 mil cartões-Serra e 7 mil cartões-Lula) e já foram corrigidos. O raciocínio, porém, continua válido, uma vez que a diferença é até maior: o governo paulista tem 4 vezes (e não três) mais cartões do que o governo federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.