quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Perguntar não ofende: Mainardi
e a Folha são "improcessáveis"?

Por que a Igreja Universal do Reino de Deus não pode processar a Folha nem os acreanos podem processar Diogo Mainardi, mas a revista Veja está corretíssima ao meter 5 processos contra o jornalista Luís Nassif? Certo está o presidente Lula: quem escreve o que quer, pode ouvir o que não quer ou ser processado pelo que foi dito e escrito. O jogo é este mesmo. E se é caso de litigância de má-fé, cabe à Justiça decidir e aplicar as penas da lei aos litigantes. É simples assim, não precisa ficar posando de vítima da igreja malvada nem destilar ironias e preconceitos contra o Bispo Macedo...

Um comentário:

  1. Maravilha, Luiz! Encaminhei uma missiva ao jornal que, para minha honra, foi publicada, falando algo meio nessa linha. Temo um pouco mais: ao publicar editorial como o do dia 19-02-2008, a Folha bem pode estar querendo intimidar futuros litigantes, assim como pode estar querendo influenciar decisões de juízes. Ora, deixa o povo processar, se o jornal estiver com a razão nas causas, tem que buscar a melhor defesa e acreditar na Justiça. Parece-me simples.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.