terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Lula cresce na crise

Este blog já tinha previsto que o fenômeno poderia acontecer: a crise econômica piorar, os efeitos serem sentidos na pele do povão, mas a popularidade do presidente Lula subir, para espanto dos cientistas políticos e analistas em geral. A razão para isto é simples: apesar de sofrer as consequências da desaceleração, o povão já entendeu que Lula não tem absolutamente nada a ver com isto, está apenas pagando o pato. Ou melhor, entendeu que ele está trabalhando para minimizar os efeitos da tragédia.

É claro que se a crise se agravar muito, pode acontecer da popularidade do presidente cair, e até cair bastante. No atual cenário, porém, não é o mais provável. Por outro lado, os 84% de popularidade aferidos pela pesquisa CNT/Sensus hoje também daõ a Lula um colchão bastante confortável para encarar tal movimento de queda. Não é pouca coisa...

2 comentários:

  1. Gostem do presidente de nosso país ou não, vamos aos fatos: o discurso de Lula é convincente e, na medida do possível, ele "segura o país", que pode bambear, mas não cai, segundo o petista.
    O povo acredita e aposta todas as fichas em Lula. Joguem os dados e cruzem os dedos.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.