sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Economist destaca classe média
que emergiu no governo Lula

Dica do blog Toda Mídia, do jornalista Nelson de Sá:

Bilhões de burgueses

A nova "Economist" traz encartado um especial sobre "As novas classes médias nos mercados emergentes", título geral dos mais de dez textos, com pesquisa especial Pew, um perfil de consumo, a aposta de que elas vão reagir à crise etc.

A longa introdução de John Parker traz a foto e descreve a cena de uma multidão diante da loja das Casas Bahias na favela de Paraisópolis, em São Paulo. "Esta é a nova classe média dos emergentes indo às compras." O texto saúda num dos enunciados, à maneira de Lula, que "pela primeira vez na história mais de metade do mundo é classe média, graças ao crescimento nos emergentes".

No editorial "Mais dois bilhões de burgueses", em que cita Karl Marx, a "Economist" avalia que "a ascensão da nova classe média mudou o mundo", mas: "E se eles mergulharem de volta na pobreza?". Alerta para o efeito de um "crash" sobre "o progresso feito recentemente em direção à democracia e à estabilidade política".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.