sábado, 28 de outubro de 2006

Tucano diz que vai para Dagobah...

Augusto Franco não é um tucano qualquer. Trabalhou com Ruth Cardoso no Comunidade Solidária, é amigo de Fernando Henrique, andou prestando serviços à prefeitura paulistana sob José Serra. Ao longo da campanha, Franco fez muitas críticas ao PSDB, mas nesta reta final parece ter perdido o juízo ou o senso do ridículo. Em seus sites Augusto de Franco e Democracia, ele publica hoje uma série de artigos sobre Dagobah, o local onde o mestre Jedi Yoda, da série Guerra nas Estrelas, teria se exilado por 20 anos após a vitória do lado negro da Força, representado por Darth Vader. Franco faz uma analogia mequetrefe entre Lula e Darth Vader - deve achar que Gabriel Chalita poderá ser o próximo Luke Skywalker – e diz que está se recolhendo para Dagobah, sabe-se lá se por duas décadas mesmo ou até algum piedoso correligionário lhe oferecer um bom carguinho no aparelho estatal paulista (alguém aí falou em aparelhamento?).

Augusto de Franco, coitado, é apenas um exemplo de quão devastadora será a vitória do presidente Lula no ninho tucano. Que vem por aí uma crise no PSDB, e das grandes, não resta dúvida. O tamanho da crise vai depender muito do comportamento de duas lideranças: José Serra e Aécio Neves. Se Aécio sair do partido logo, o PSDB fica na mão de Serra, pois Alckmin, outro coitado, não terá nem com quem fazer acordo para se fazer respeitado. Aécio permanecendo, o jogo fica mais equilibrado e o PSDB corre o risco de passar pelo mesmo problema de 2006 em 2010.

Mas é de fato muito cedo para especular sobre o futuro das lideranças tucanas – a prudência recomenda pelo menso esperar até 2008. Quanto a Augusto de Franco, por fim, este blog lhe deseja uma boa viagem a Dagobah, carregando a obra completa – são 38 livros, se não falha a memória – do filósofo Chalita. Não farão muita falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.