quarta-feira, 11 de outubro de 2006

A alquimia se volta contra o alquimista

Marta Suplicy estava certíssima e já sabia do resultado da pesquisa Datafolha na noite de ontem (não é tão difícil assim, basta um gráfico da Folha telefonar e passar os números enquanto o jornal roda) e o resultado foi que o presidente Lula cresceu, Alckmin caiu e a diferença ficou em 11 pontos na conta dos votos nominais (51% a 40%) e 12 pontos se considerados os votos válidos (56% a 44%). Lula, a rigor, subiu menos do que Alckmin caiu. Só entre os eleitores de Heloísa Helena (PSOL), Alckmin perdeu 9 pontos percentuais.

E por que isto aconteceu? É cedo para saber, mas este blog tem um palpite: desde o início da campanha de segundo turno e principalmente no debate, Alckmin escolheu a estratégia lacerdista de partir para cima de Lula e marcar o confronto como uma disputa entre a turma "do bem" (a aliança tucano-pefelista) e o bando de corruptos "do mal" (os petistas). Ao fazer isto, a campanha tucana acabou demarcando um terreno e jogou os eleitores de esquerda de Heloísa Helena e Cristovam Buarque no colo de Lula. Ademais, dificultou a tarefa de conquistar votos entre os eleitores de Lula. Certamente a ala radical da campanha tucana, vocalizada pelo jornalista Reinaldo Azevedo, entre outros, aprova a estratégia porque quer ver sangue na arena e está pensando efetivamente no day after, com uma eventual vitória de Lula. Para ganhar a eleição, no entanto, a estratégia parece arriscada. A tão falada "vitória" no debate, portanto, pode ter sido de Pirro.

Um comentário:

  1. Meu caro Luiz, o números do Vox Populi que serão divulgados no dia de hoje ( acreditamos ), os números são maiores, de 13 pontos...
    Olha que não foi o "Passarinho" do Reinaldinho, que nos passou...
    Vamos aguardar
    abs
    Credibilidade e Ética
    Brasileiros Indignados

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.