domingo, 29 de outubro de 2006

Agora quem fala é o povo

Mais uma vez em menos de 30 dias, chegou a hora de falar o povo brasileiro. Muita gente não gosta, acha muito ruim esse negócio de delegar ao povaréu a tarefa de escolher o chefe da Nação, mas democracia é assim: na hora da decisão, cada cabeça é um voto e a soma diz o que o País realmente quer para os próximos 4 anos. Se dependesse dos tantos çábios que pontificam na imprensa, a parada já estaria resolvida e Geraldo Alckmin seria o presidente entre 2007 e 2010. É chato para alguns, mas é assim na democracia: quem escolhe é o povo e Lula está com a mão na faixa.

A campanha de 2006 e o seu significado ainda estão por ser explicados - tarefa na qual este blog promete se empenhar a partir de segunda-feira, com um breve intervalo entre os dias 1 e 15 de novembro –, mas a hora ainda não é de explicar, e sim de desejar a todos um bom voto, com os olhos voltados para o futuro do Brasil e a construção de uma Nação menos desigual, em que todos possam ter uma vida melhor.

Um comentário:

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.