quarta-feira, 27 de setembro de 2006

Sobre os números do Datafolha e Ibope

Continua muito difícil a situação dos tucanos para reverter a liderança de Lula e forçar um segundo turno nas eleições presidenciais. Conforme os números divulgados pelos institutos Datafolha e Ibope, Lula venceria hoje as eleições com 53% dos votos válidos. Os números dos dois institutos divergem ligeiramente, mas a diferença de Lula para a soma de seus adversários é de 5 pontos percentuais no Ibope e 6 pontos no Datafolha – em ambos os casos, acima da margem de erro, que foi de 2 pontos. Alckmin subiu na pesquisa Datafolha e caiu no Ibope. Lula subiu no Ibope e permaneceu estável no Datafolha. Heloísa Helena e Cristovam Buarque também se mantiveram estáveis nos dois levantamentos.

Com esses números na mão e faltando 4 dias para a eleição, fica a pergunta: o jogo acabou? Game over, como dizem os jovens? Ainda não dá para bancar, pois há um evento importante nesta quinta-feira: o debate da TV Globo. Lula perderá votos comparecendo ou não ao programa, mas este blog acredita que o prejuízo será maior se Lula em pessoa aparecer nos estúdios da Vênus Platinada por uma razão simples: não há debate possível com a candidata do PSOL, Heloísa Helena, que pode simplesmente começar a xingar o presidente da República, sem a menor cerimônia. Se Lula não aparecer, vai apanhar bastante, mas a audiência tende a cair e os candidatos também terão que pensar em seus próprios problemas, de maneira que neste caso o desgaste tende a ser menor.

Outro fator relevante para decidir se haverá ou não segundo turno é a taxa de votos nulos e brancos e a abstenção. Os tucanos estão fazendo a dança da chuva no Nordeste, onde Lula lidera com mais de 40 pontos sobre Alckmin.

Neste sábado, o Datafolha solta mais uma pesquisa, desta vez com 14 mil entrevistas. Estatisticamente, a margem de erro cairá para um ou 1,5 ponto percentual. É muito pouco e instituto tem fama de não errar na reta final. Aos cardíacos, portanto, a recomendação continua valendo: tomem os seus remedinhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.