quarta-feira, 14 de março de 2007

A festa acabou?

A pergunta que não quer calar desde a queda nas bolsas mundiais a partir da de Xangai, na semana passada, e mais ainda agora, com o movimento negativo a partir de Nova York, é simples: terminou o tempo de bonança para a economia mundial?

A verdade é que ninguém sabe com precisão a resposta a esta questão. No momento, o que há são sinais de turbulência, que tanto podem significar um ajuste fino, com pequena repercussão efetiva nos rumos da economia internacional, ou o início de um grande ajuste, que pode representar uma recessão mundial de graves consequências para a maior parte dos países.

Quem estuda economia com base na teoria marxista acredita que o capitalismo apresenta crises cíclicas. A última se deu logo antes da virada do século e foi de fraca intensidade. Da mesma forma que os geólogos esperam o "big one" – terremoto que vai dizimar San Francisco e outras cidades da Califórnia –, há economistas vaticinando um "hard landing" para a economia americana após tantos anos de pujança. A teoria do "soft landing" também tem adeptos e até agora era mais frequente no noticiário. O que vai realmente acontecer daqui para frente, os acontecimentos dos próximos dias revelerão. Se for apenas um "espirro", em uma ou duas semanas ninguém mais falará no assunto. Do contrário, se houver mesmo uma crise mundial, o efeito será o oposto: todo mundo estará falando sobre o assunto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.