quarta-feira, 12 de março de 2008

A oposição ficou dodói

Os senadores Arthur Virgílio (PSDB) e José Agripino Maia (DEM) prometem infernizar a vida do governo na votação do Orçamento, nesta tarde, um dia depois de terem fechado um acordo para aprovar a peça orçamentária de 2008. O motivo da reviravolta foi a manobra governista para aprovar, na madrugada desta quarta-feira, a MP que criou a TV Brasil. A oposição ficou toda cheia de nhém-nhém-nhém, como diria um ex-presidente de triste memória, porque o líder do governo, senador Romero Jucá, encaminhou voto contrário a uma outra MP, que trancava a pauta do Senado e impedida a votação da Medida Provisória da TV Brasil. Com a derrubada da MP 397, o caminho ficou aberto para a aprovação da MP da TV Brasil, o que em muito irritou os oposicionistas. Ora, tudo foi feito dentro do que manda o regimento e o governo não fez nenhum golpe baixo ou coisa do tipo. Que Virgílio e Agripino estejam irritados com o bom crescimento do PIB brasileiro no governo Lula é algo que se pode entender, o que não dá para aceitar é que façam birra de criança e paralisem as atividades no legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.