quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Tuma está quase no PMDB

O senador Romeu Tuma (DEM-SP) já está com os dois pés na canoa peemedebista, pelo que se diz nos batidores brasilienses. Aqui em São Paulo, já tem tucano imaginando se não seria imbátivel uma chapa formada por Alckmin e Tuma para a disputa eleitoral na capital em 2008. Já no DEM, o clima parece ser mesmo de "o último a sair, apague a luz"...

Um comentário:

  1. Tenho outra tese: a filiação de Tuma ao PMDB tem mais a ver com 2010. PT e PMDB estão se preparando para fazer um arrastão eleitoral no Legislativo, já que o jogo vai ser duríssimo no Executivo (pra mim Aecio parte na frente). O esquema é o seguinte (só falta combinar com os russos): PT e PMDB coligados solitariamente (PSB, PDT e PV com Ciro - PR e PTB com Aecio) vão para a disputa no Senado com 27 candidatos cada um. Como vão ser eleitos 2 por Estado, eles supõem q conquistariam 35 das 54 vagas em disputa. Daí o trabalho intenso de filiação/cooptação de oposicionistas pero no mucho.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.