segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Direita aplica teoria conspiratória a Cacciola

A prisão em Monte Carlo do ex-banqueiro Salvatore Cacciola já provoca indignação nos blogs direitosos. Segundo o raciocínio de seus autores, o pobre Cacciola é vítima de uma maquiavélica articulação do governo Lula para tirar dos holofotes da mídia o episódio da absolvição de Renan Calheiros (PMDB-AL) no Senado. Assim, Lula teria "ordenado" que a Interpol prendesse o ex-banqueiro amigo dos tucanos para mostrar que o seu governo prende corruptos.

Claro que a versão é fantasiosa: Lula é muito poderoso, mas até onde este blog tenha conhecimento, ainda não manda da Interpol; e a tentativa de prender Cacciola começou há quase 10 anos, tendo o Ministério Público Federal como protagonista. Os direitosos gostam de dizer que o MP é "republicano" quando denuncia petista suspeito de corrupção, mas acham que os procuradores são "petistas" ou" radicais do PSOL " quando conseguem prender corruptos ligados ao PSDB...

Aliás, falando em ação republicana, vale lembrar que a Polícia Federal está investigando de perto o caso MSI/Corinthians, clube de coração do presidente e no qual ele é conselheiro vitalício. Mal comparando, seria o mesmo que a PF investigasse, no mandato de Fernando Henrique Cardoso, as eventuais lambanças feitas pelos conselheiros do clube Harmonia de São Paulo.... Nunca é demais lembrar que no tempo de FCH, o procurador-geral era conhecido pela alcunha de "engavetador-geral" e a PF estava desaparelhada e com o pessoal ganhando pessimamente.

Tudo somado, em uma coisa os blogs de direita estão certos: essa hstória do Cacciola ainda vai dar muita dor de cabeça para o tucanato. Quem viver, verá....

Um comentário:

  1. Espero que dê mesmo muita dor de cabeça aos tucanos... Conspiração ou não, a prisão veio em boa hora. Abs

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.