quinta-feira, 29 de junho de 2006

Cesar Maia chuta. Bem longe do gol?

O prefeito Cesar Maia, observador da imprensa bissexto, tentou na edição desta quinta-feira de seu "ex-blog" criar mais um factóide contra seus adversários políticos. Insinuou que o jornal gratuito que será lançado em São Paulo estará a serviço do presidente Lula. Pode ser que Maia tenha informações que este blog não dispõe, mas a versão do prefeito é estranha. O Destak, como se chamará o novo jornal, será dirigido por Fábio Santos, que trabalhava com Reinaldo Azevedo na revista e site Primeira Leitura, recém-fechados. Se o diretor do novo jornal mantiver a linha do veículo em que trabalhava antes, quem terá que se preocupar com a concorrência é a revista Veja, guardiã do anti-lulismo no País.

Abaixo, a nota que saiu no ex-blog do prefeito do Rio de Janeiro.

JORNAL TIPO METRÔ! OU MANIPULAÇÃO DE LULA?

Bem, essa era uma tendência natural. Os donos do Correio da Manhã de Lisboa são os sócios estrangeiros. O que assusta é o nome Trevisan. Será que Lula-PT não está gostando da independência da imprensa de SP e lança jornal grátis para concorrer com ela? Serão 200 mil exemplares. E começa a circular logo depois da proibição de propaganda do governo federal!

São Paulo terá tablóide gratuito

Publicação com tiragem de 200 mil exemplares começará a circular no dia 6 de julho

O empresário polonês naturalizado brasileiro André Jordan - que tem vários negócios no ramo imobiliário em Portugal - associou-se ao grupo lusitano Cofina e a mais três investidores financeiros daquele país para lançar um jornal gratuito de formato tablóide, na cidade de São Paulo, chamado Destak.

Jordan tem 70% do empreendimento, ao passo que os sócios estrangeiros dividem os 30% restantes, como limita a legislação vigente. A tiragem da publicação será de 200 mil exemplares - auditada pela BDO Trevisan - e circulará de segunda a sexta-feiras, a partir de 6 de julho, principalmente nas zonas Sul, Oeste e Central da capital paulista, em estações do Metrô, nas imediações de shopping centers e nos cruzamentos de ruas de grande afluxo de público.

Segundo Cláudio Zorzett, diretor do Destak, o investimento no título durante seu primeiro ano de existência será de 3,5 milhões de euros (R$ 10 milhões). A redação, que será comandada pelo jornalista Fábio Santos, terá 20 profissionais fixos e se abastecerá também de serviços de agências noticiosas e de repórteres autônomos.

O Cofina é um dos principais conglomerados lusitanos de mídia impressa, com faturamento anual de 400 milhões de euros (R$ 1,125 bilhão). Suas principais publicações são o Correio da Manhã, o diário esportivo Record e o Jornal de Negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.