segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Mainardi: jornalista processa jornalista?

O mundo gira, a Lusitana roda. Nada como um dia após o outro para que as pessoas se revelem por inteiro. É até bonito, isto, a revelação. O colunista da revista Veja e suposto jornalista Diogo Mainardi reagiu com indignação quando o jornalista Franklin Martins, à época comentarista da TV Globo, resolveu processá-lo pelos crimes de injúria, calúnia e difamação. Conforme escreveu em sua coluna na Veja, a atitude de Martins foi "absurda". "Jornalista não processa jornalista", disse o guardião da ultra-direita, argumentando que as rixas entre colegas deveriam ser resolvidas no espaço público de seus veículos de comunicação.

Ao que parece, Mainardi mudou de idéia. A reportagem reproduzida abaixo, originalmente publicada no portal Comunique-se, informa que ele, Diogo Mainardi, está processando o colega Luis Nassif. Ora, pode até ser que Nassif tenha mesmo pesado a mão nas sempre pertinentes críticas que faz à revista Veja e a Diogo, em especial. Bem, mas a idéia não era discutir tudo em público, cada um usando o veículo para o qual trabalha?

Tudo somado, a verdade é que Mainardi não passa mesmo de uma espécie de "kamikaze" a serviço de interesses bem escusos, pronto para ser usado na doce tarefa de destruir reputações. Com total apoio da editora Abril, responsável pela publicação de Veja, diga-se de passagem.

Este blog não conhece os detalhes do processo, mas torce para que Mainardi perca e tenha de pagar pelo menos as custas do processo.

A seguir, a matéria do Comunique-se na íntegra.


Mainardi processa Nassif

Sérgio Matsuura

O colunista Diogo Mainardi, da Veja, sempre afirmou que “questões de imprensa devem ser resolvidas no âmbito da imprensa. É a regra número um do meu código de ética profissional”. Entretanto, ele entrou com um processo por danos morais contra o Ig e o jornalista Luis Nassif.

“Eu não estou processando um jornalista. Estou processando um caluniador a serviço do Governo”, disse Mainardi.

A ação se refere a artigos publicados no blog Luis Nassif Online mantido pelo portal Ig. De acordo com a acusação, as matérias “ofenderam intencionalmente o bom nome e a moral do autor (Mainardi), colocando em xeque o jornalismo por ele desenvolvido”.

Os advogados de Mainardi pedem a retirada das informações do blog, indenização por danos morais e a publicação da eventual sentença condenatória no portal Ig.

O valor da indenização não foi definido, mas, de acordo com Mainardi, “será menos do que o Nassif recebeu do BNDES”.

Nassif conta que está “absolutamente tranqüilo” em relação ao processo e afirma que todas as matérias contestadas pelo colunista de Veja possuem um fundo jornalístico.

Em seu blog, Nassif comenta o processo movido por Mainardi, afirmando que a Veja busca “calar os críticos entupindo-os de injúrias e processos”.

Após a Operação Satiagraha da Polícia Federal, os dois jornalistas trocaram acusações. Em seu blog, Nassif publicou artigos sobre a inclusão do nome de Mainardi no relatório da PF. Por sua vez, Mainardi publicou coluna chamando Nassif de “banana”.

Nassif não é o único jornalista com disputas judiciais com Mainardi. Na última quarta-feira (06/08), o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o colunista da Veja e a editora Abril a pagar R$ 207.500 a Paulo Henrique Amorim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.