segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Mônica Veloso é pela fidelidade partidária

A jornalista Mônica Veloso deu uma esclarecedora entrevista ao cansado João Dória Jr. (que passou praticamente o programa inteiro de mãos dadas com sua entrevistada). No final, Mônica disse que é a favor da fidelidade partidária. O Brasil é mesmo um país engraçado...

Um comentário:

  1. Você acha mesmo que foi justa essa troca? Estou admirado.
    O ser humano criou esse "Modus vivendus" e a realidade é que o dinheiro é a raiz de todos os males. Por dinheiro se mata uma pessoa, tem noção? Agora, a questão é que, existem pessoas de boa índole que independente de sua situação financeira que não estão de acordo com essa violência, com a lei que nos é impostas entre outras mil coisas "erradas". Certo?
    Supondo que sim - Essa pessoas não tem culpa de nada. É o meu caso, o seu caso talvez. Sendo da periferia ou ganhando muito dinheiro HONESTO, SUADO, SEM TRAPASSAS então eu não tenho culpa. Caso contrário a pessoa é protagonista do filme real de terror. Este é o culpado!
    Caso contrário, na situação de ser humano que não tem culpa e que descorda de tudo aquilo que eu escrevi acima, como poderei dizer que a trocas foi justa? GOG disse uma frase: "Trabalhando contra nós mesmos, sempre sairemos derrotados". Entendo a revolta dos injustiçados e menos favorecidos mas essa revolta está sendo direcionada à pessoas erradas. Lembra do personagem que eu descrevi, que ganha dinheiro desonesto... este é o alvo. E mesmo sabendo o alvo certo temos que saber exatamente a forma de agir. E o povo? O povo se importa com isso realmente? Pelo que eu saiba, o povo nem gosta de rap, nem gosta de política, nem se interessa muito em estudar. Eles preferem "Lotar os pagodes rumo a cadeira eletrica", assistir novelas, dançar axé e funk.. É complicado abraçar a causa. É corda pra se enforcar - como disse o Brown. Esta não é uma crítica e sim meu ponto de vista, ok. Nada pessoal. Acho que a vida não foi o prêmio pra vitima porque a vitima é um direito de todos. O Rolex não foi prêmio pro ladrão porque quando ele for pego, a vida dele estará acabada. Perderá a liberdade, a dignidade e será humilhado e vilentado peo sistema policial. Deixará de de desfrutar das "coisas que tem valor de fato" como, "Uma pá de arvore na praça, as crianças na rua, o vento fresco na cara, as estrelas, a lua..." - Racionais mcs. Descordo amigo!

    Neuru's
    Grupo Transfusão

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.