segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Assaltado em S. Paulo, Huck pensa em Lula

O apresentador Luciano Huck escreveu um artigo na Folha de S. Paulo desta segunda-feira para contar a sua experiência de ter sido assaltado na capital paulista. Como bem observou o atento leitor Jasson Andrade, em um dado momento Huck escreve o seguinte:

"Estou à procura de um salvador da pátria. Pensei que poderia ser o Mano Brown, mas, no "Roda Vida" da última segunda-feira, descobri que ele não é nem quer ser o tal. Pensei no comandante Nascimento, mas descobri que, na verdade, "Tropa de Elite" é uma obra de ficção e que aquele na tela é o Wagner Moura, o Olavo da novela. Pensei no presidente, mas não sei no que ele está pensando."

É muito interessante o raciocínio do apresentador da TV Globo: ele escreve que "pensou" no presidente Lula, que a rigor não tem nenhuma responsabilidade direta pela situação calamitosa da segurança pública em São Paulo, mas não "lembrou" de seu amigo José Serra (PSDB), governador do Estado e homem responsável por combater a violência no Estado...

Um comentário:

  1. O Luciano Huck tem todo o direito de ficar revoltado porque roubaram o rolex dele, além das outras razões que deu no artigo da Folha de ontem (depois te digo o que achei do artigo.....Noooooossssssa).Mas é de se estranhar que tenham publicado aquele artigo. Deve ter coisa melhor na fila...Além disso, na CBN, nas 'notícias de meia em meia hora' há destaque para o roubo do rolex do Luciano Huck. Que imprensa é essa????

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.