sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Avanço espanhol

Um amigo do blog contou uma história que faz bastante sentido. O banco espanhol Santander está fazendo IPO no Brasil para se capitalizar e conseguir fechar a compra do banco Safra, o oitavo maior do país. Se isto ocorrer, o Bradesco passará para a quarta posição entre os bancos em atividade no Brasil. Até a fusão do Itaú com o Unibanco, é bom lembrar, o Bradesco ocupava a segunda posição, atrás apenas do Banco do Brasil. Se isto é bom ou não, cabem aos analistas avaliar. Talvez um sistema financeiro sólido tenha mesmo de se assentar em grandes instituições, com espaço reduzido para os pequenos e médios. A ver.

2 comentários:

  1. As opções dos clientes vão diminuindo conforme se avança a concentração do mercado bancário.

    ResponderExcluir
  2. É um risco. Aliás, uma concorrência predatória. Resta saber quantos anos serão necessários para haver somente um banco privado aqui no Brasil. Isso é uma coisa que vem acontecendo em outros setores, como, grandes redes de supermercados, operadoras de telefonia celular etc... A concorrência, nesse sentido, é mais do que a vitória sobre o adversário, mas, a sua extinsão. Isso me lembra Highlander, a síndrome de "só pode haver um"... Não sei se a longo prazo está maneira de se fazer capitalismo será benéfica à sociedade.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.