sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Collor e os discos do Fagner

Um pouco de humor, mesmo vindo lá da direita. A nota abaixo é de Reinaldo Azevedo, mas é divertida. Os direitões têm lá os seus momentos engraçados. Lembrou a história de que tudo na vida tem o seu lado bom, com exceção dos discos do Fagner...

Collor, o acadêmico e o lado bom da coisa

Vocês me obrigam a cada coisa!
Pedem que eu comente a eleição de Fernando Collor para a Academia Alagoana de Letras, mesmo sem ter escrito livro nenhum.
Vocês precisam aprender a ver o mundo pelo lado bom. Poderia ser pior? Sim! Ele poderia ter escrito um livro!

2 comentários:

  1. Data venia, mas 'Orós' e 'Ave Noturna' são LPs maravilhosos ...

    ResponderExcluir
  2. Se é pra seguir na linha otimista, então significa que, se tudo na vida tem um lado bom com exceção dos discos do Fágner, então nos discos do Fágner os dois lados são bons?
    Aliás, estão chutando o homem:
    http://veja.abril.uol.com.br/blog/radar-on-line/eleicoes-2010/o-favorito-e-o-lanterna-dos-paulistas-para-o-senado/
    Impossível que o argumento de que ele é líder em pesquisas não o leve a disputar o governo. Afinal, duas traições seguidas seriam demais, seria muito trator serrista... Acho que, aí sim, o francisco começaria a "pecar" um pouco...

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.