quarta-feira, 9 de setembro de 2009

SP parou: e se Marta fosse a prefeita?

Os paulistanos viveram um dia de cão ontem, com a chuva e os problemas no trânsito e telefonia. A cidade parou, o caos foi completo. A imprensa dá destaque para o episódio, é claro, mas poupou o prefeito Gilberto Kassab (DEM) de qualquer responsabilidade. Claro, Kassab não é pajé, não pode fazer a dança da chuva (ou do sol), não tem como evitar certas calamidades. Que fique claro, a culpa pelo caos não é dele. Porém, a diferença entre a cobertura deste caso e de quase todos os episódios semelhantes que ocorreram na gestão Marta Suplicy (PT) é gritante. Quanto a petista era prefeita, uma chuva mais fraca já gerava pautas sobre o desempenho da administração municipal na limpeza de boca de lobos e bueiros, sempre com viés negativo para a ex-alcaíde paulistana. Durante os quatro anos que governou a cidade, Marta era cobrada pelo menor problema que a cidade tivesse. Já Kassab, darling da mídia, praticamente só aparece em situações positivas.

6 comentários:

  1. Olha Luiz, a gente aqui nem vive em São Paulo...

    Mas olhando daqui de cima, a culpa é do Kassab sim!

    Esse corte na verba de limpeza pública, com todo o respeito, é coisa de país da oitavo mundo.

    "A partir de agora só os ricos vão ter coleta de lixo". Pelo amor de Deus. Como que não vai alguém dar uma surra de cabo de vassoura no Kassab tá além da minha compreensão.

    Mais lixo = entupimento de sitema de esgoto = enchentes em qualquer chuva.

    Tá aí o tal do "minhocão" alagado - http://blogdofavre.ig.com.br/2009/09/cidade-suja-e-inundada-obra-de-kassab/

    E aqui, 1.300 KM sem coleta de lixo -
    http://blogdofavre.ig.com.br/2009/09/sp-corta-verba-da-varricao-e-kassab-culpa-antecessores/

    Sério: Mil e trezentos?????? Te dar uma dica porque você é legal: se muda de são paulo. Curitiba, BH, Porto, até o rio. Qualquer lugar. São Paulo tá ficando além de qualquer salvação.

    ResponderExcluir
  2. A culpa é de ambos. A cidade também parou sob a "administração" petista. Querer defender a Marta atacando o Kassab é, no mínimo, inocência. Ambos culpados e ambos sem o meu voto.

    ResponderExcluir
  3. Pode ser q a época de Kassab queridinho da mídia esteja chegando ao fim. O jornal Agora SP "manchetou" - Minhocão alagado obra do Kassab - Posso estar equivocado, mas me parece estar havendo um movimento, por eqto discreto, para fazer Kassab desistir da candidatura ao governo pra facilitar as coisas pro Chuchu e, por tabela, unir o campo pró Serra. Aguardem os próximos lances.

    ResponderExcluir
  4. Maravilha hein, unir o campo pró-Serra? ... Mudar de São Paulo não resolve, as mentes ignorantes se alastram no mundo inteiro. Falta atitude e acesso às verdadeiras modificações sociais. Escolher quem erra menos não é fácil, mas (você/nós) errar menos é insuperável não é?

    Movam as perninhas, plante arvorezinhas e deixem a cidade limpinha, por favor. Vamos nos ajudar...

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Johnny, é isso mesmo. reação dos tucanos com medo do acordo demoserraquercia. Ficou muito ridículo o kassab querer culpar a marta. até o pessoal pró serra da radio jovem pan, chiou. a mídia paulistana acabou com São Paulo defendendo os demotucanos. Pobre paulistanos. O Brasil precisa saber dessa farça.

    ResponderExcluir
  6. Culpa da chuva

    Custo a entender como o paulistano suporta diariamente esse indescritível colapso dos transportes urbanos e continua elegendo a mesma casta política para administrar o Estado. Ninguém jamais será responsabilizado pelo cenário apocalíptico das enchentes e dos congestionamentos monstruosos? O eleitor entregou-se a tamanha catatonia que simplesmente acredita na culpa do temporal, do feriado, do “grande fluxo de veículos”?
    São décadas de continuidade administrativa ininterrupta, com uma fortuna já incalculável pretensamente gasta em investimentos, obras faraônicas e propaganda. A malha metroviária continua ridícula e os rios infectos, transbordando sob qualquer chuvisco passageiro (não, isso não acontece apenas com precipitações intensas). E o máximo que o cidadão consegue fazer é dar de ombros e concordar que vida nas cidades piorou muito nos últimos tempos...
    Claro, essa passividade tem a colaboração militante da imprensa paulista. Um governo petista seria trucidado pelo espetáculo ignóbil destes dias chuvosos (e não mencionei segurança, educação, saúde). Mas, como a reeleição de Lula provou, a mídia não fabrica eleições sozinha. É impossível assistir ao martírio da população da capital sem constatar um sutil lampejo de merecimento.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.