quarta-feira, 2 de abril de 2008

Oposição vazou dossiê sobre FHC

O que vai abaixo está no blog do Noblat. Essa história do dossiê começa a fazer sentido...

Álvaro Dias se recusa a entregar sua fonte

Senadores do governo tão caindo de pau em cima do senador Álvaro Dias (PSDB-PA). Exigem que ele dedure o nome de quem vazou o dossiê com despesas sigilosas do governo Fernando Henrique Cardoso. O blog revelou mais cedo que Álvaro repassou o dossiê à imprensa.

Há pouco, ele alegou que seu cargo de senador lhe permite manter o sigilo de sua fonte. Idelli Salvatti (SC), líder do PT, entrou em cena e cobrou explicações de Álvaro:

- Tem que dar nome a quem estava aqui dentro do Congresso com os documentos, é o único jeito de resolver esse caso. Ele (Álvaro) não é obrigado a preservar a fonte. Ele apenas pode fazer isso – provocou Ideli.

- Não permito a senadora Idelli Salvati me questionar. Se eu soubesse quem vazou o dossiê do Palácio do Planalto eu diria. Mas eu não sei. Só sei que a culpada maior é a chefe da Casa Civil, ministra Dilma Roussef, de onde partiu o dossiê, - respondeu o senador do PSDB.

Da tribuna, Álvaro se defendeu:

- Não creio ser relevante, nesta hora, discutir se há fonte primária, secundária; se alguém da Oposição municiou a imprensa. Da minha parte, na segunda-feira, logo após a circulação da revista Veja no domingo, desta tribuna afirmei que tinha visto o dossiê. Eu vi. Outros viram.

- Por que me questionar agora se sou eu fonte ou se não sou fonte? Creio que não é este o questionamento que se deve fazer neste momento.

- A impressão que fica para mim é a de que há hierarquia penal no Governo Lula. Não se trata de maioridade penal, trata-se de hierarquia penal. Os coadjuvantes podem ser penalizados; os cardeais, jamais. São intocáveis. O baixo clero pode ser penalizado, a elite é intocável no Governo.

- Há, sim, um dossiê. Esse dossiê se tornou de conhecimento público. Quem o vazou está no Palácio do Planalto. Se o objetivo foi intimidar a Oposição, não sei; se foi confundir a opinião pública, pode ser; se foi fogo amigo, não me cabe definir; se há, entre as correntes internas do Partido dos Trabalhadores, um confronto em função das eleições de 2010, não me cabe esclarecer.

- Não responsabilizem a Oposição. À Oposição cabe denunciar.

6 comentários:

  1. Quer saber de onde veio a papelada? Procure o famoso agenti cecretu 0171, o Agente Bocamole. De onde saíram aquelas folhinhas tem muitas mais. Algumas não tão agradáveis assim. As vezes fico em dúvida se alguns partidos são mesmo partidos ou formação de quadrilha.
    Isso tu aí é pura chantagem. É crime mesmo! É claro que os interessados (fora nóis, é claro.) vão se compor e todo mundo vai sair livre. Nãovai haver nem mídia por parte do PIG. Quero ver o que vão dizer os "Moralistas": Casoy; Nascimento; Bonner Simpson; e os blogs direitosos. O Noblat já se posicionou à favor dos criminosos quando diz que é possível supor que oGoverno é culpado.
    Isso é típico: É a síndrome do PEIDO DO ELEVADOR. Quem peida é quem mais reclama.
    SDS
    PS_ Ainda vamos rir muito com esse "DOSSIÊ MARRON|". Até prá fazer merda a oposição faZ CAGADA...

    ResponderExcluir
  2. Agopra volte lá e veja o Noblat perguntando ao Dias se ele ficou chateado com essa matéria ...

    INACREDITÄVEL.

    É uma relação forte essa.

    ResponderExcluir
  3. Por favor esclareça a minha dúvida: É fato conhecido o privilégio do jornalistaem proteger sua fonte de informação. A minha pergunta é se tal privilégio se estende à políticos em geral e senadores em especial. Tem horas em que me envergonho de ser brasileiro. Fico imaginando o resto do mundo rolando de rir com o "nosso" dossiê marron. Marron Cocô, para maior clareza. A origem do fato foi uma operação secreta: a Operação Curupira (Curupira: um bicho do mato, de cabeleira vermelha e peés virados p/trás. De onde não se sabe se está indo, voltando ou muito pelo contrário...) A operação, chefiada pelo Agente Bocamole, teve a participação do Agente Marolista Indignado, do Agente Curupira das Pradarias e apoio maciço do PIG (nosso equivalente da MOB, americana). Tem como porta-voz o Agente Noblatus (Anauê! Anauê!), apoio Ilogístico/pirotécnico do agente Reinaldão, que, por fim endoidou de vez. Suporte de campo de uma organização só de machos, mutcho matchos, chamada Pijama Soturno, coisa assim. O problema é que alguém esqueceu de desligar a máquina de produzir merda e, deu no que deu. Dizem que o Governo, quando conseguir parar de rir, vai processar um por um.
    SDS
    PS: " Bobiattus Sun,In Rabattus Est!"

    ResponderExcluir
  4. bom dia Luiz

    depois de tanto sofrimento no jogo do Sao Paulo ontem, chegar no trabalho e ler uma notícia dessa só me dá alegria.

    como será a repercussão da FSP ? já tem algum novo "escândalo" em vista ?

    abraços

    ResponderExcluir
  5. Luciano Martins Costa
    Observatório da Imprensa

    JORNALISMO DE VAZAMENTOS
    Quem é o pai do dossiê


    "Se a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, vinha sendo apontada como a mãe do suposto dossiê com informações sobre gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a identidade do pai acaba de ser revelada. Trata-se do senador Álvaro Dias, do PSDB do Paraná"

    "A revelação de que ele [Álvaro Dias] conhecia os dados que foram publicados pela revista Veja como sendo um dossiê do governo pode explicar seu interesse em extinguir a CPI antes da hora. No entanto, a notícia levanta novas dúvidas, que os jornais de quinta-feira não respondem."

    "Uma delas: já que foram revelados os nomes do pai e da mãe da papelada, a imprensa poderia levar o jogo um pouco mais adiante e revelar também o nome do padrinho. Porque não deve passar pela cabeça de um jornalista que o senador Álvaro Dias repassaria um calhamaço de papéis que poderiam causar algum desconforto ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sem antes consultar o principal interessado. Ou, pelo menos, sem informar o líder do partido no Senado."

    "Fica, então, a imprensa no seguinte dilema: ou o senador paranaense é leviano e futriqueiro, ou outras figuras importantes da política sabiam da história toda."

    http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=479IMQ006

    ResponderExcluir
  6. Mais uma do Senador da Aristocracia. Ferro nele agora.
    Saudações
    Avelino

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.