quinta-feira, 3 de abril de 2008

Eleição em São Paulo: quem pisca primeiro?

A nova conversa sobre a eleição de São Paulo é que o prefeito Gilberto Kassab (DEM) pode aceitar retirar a sua candidatura em favor de Geraldo Alckmin (PSDB). Este blog duvida que isto venha a acontecer, mas o fato é que muita gente está cogitando esta possibilidade desde a publicação do artigo do tucano José Henrique Reis Lobo na Folha, sugerindo que a aliança DEM-PSDB permaneça com o candidato mais forte na cabeça da chapa. Claro, o nome mais forte no momento é o de Geraldo Alckmin, que não abrirá mão desta eleição, do contrário seu destino é o de se tornar um novo Luiz Antonio Fleury Filho, o ex-governador que tem dificuldades sérias para se eleger deputado federal. O problema é que Kassab também não tem nada a ganhar permanecendo na prefeitura – mesmo a hipótese de uma "super-secretaria" do governo Serra não parece ser recompensa suficiente pelo abandono da disputa. De toda maneira, os demais atores – Marta Suplicy, os candidatos nanicos e os partidos que projetam alianças com alguns dos contendores, todos estão em compasso de espera para ver até onde vai o racha tucano-democrata...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.