sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Cheia de charme

A jornalista Mônica Bergamo sabe das coisas. Duas notinhas publicadas na edição desta sexta-feira da Folha de S. Paulo são emblemáticas para a compreensão da política paulista nos dias de hoje. Abaixo, o que está na coluna de Mônica:

PALMEIRAS 1
José Serra teve consultoria especializada no jogo da seleção contra o Uruguai, anteontem, no Morumbi: a vereadora Soninha (PPS-SP), comentarista de futebol, que assistiu à parte do segundo tempo ao lado do governador. "É muito divertido ver jogo com o Serra. Ele fica me perguntando: "comenta aí, Soninha, por que "tá" ruim?"

PALMEIRAS 2
Serra e Soninha têm uma paixão comum: o Palmeiras. "Se eu não fosse palmeirense, acho que a gente não teria essa aproximação. Já fomos algumas vezes ao Parque Antarctica. Putz, ele adora". Ela diz que um dos jogos foi contra o Inter. "Ele se gabava de nunca ter visto o Palmeiras perder no Parque Antarctica. Aí, contra o Inter, em 2006, ele perdeu. O Serra ficou arrasado."

2 comentários:

  1. coitados! ainda bem que agente é são paulino.


    João de Carvalho Magalhães

    ResponderExcluir
  2. Será que não era melhor analisar a Câmara Municipal de São Paulo, com a bancada do PT continuamente alinhada com o Centrão - que, por se dizer independente, joga na oposição até o momento em que é convencido a votar com o governo e deixa a oposição a ver navios -para "a compreensão da política paulista", em vez de saber, pela coluna social, o que até a torcida do Flamengo já sabe e não diz nada sobre "a política paulista"? (No mesmo camarote no Morumbi estavam o governador do Rio, o Ministro dos Esportes (com esse também me encontro inúmeras vezes) e o presidente do Dir. Estadual do PT. O que isso diz sobre a política nacional? Acertou: nada). É muito veneninho e pouca análise do que realmente importa, né não?

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.