quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Cardoso e Bornhausen convencem Geraldo?

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), informam os jornais, esteve ontem com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e vai se reunir hoje com o ex-pesidente do PFL, atual DEM, Jorge Bornhausen. Os dois estão unidos na tentativa de fazer o teimoso Geraldo desistir da candidatura à prefeitura de São Paulo em nome de uma aliança entre PSDB e DEM com vistas não apenas às eleições deste ano, mas também 2010, quando o governador José Serra seria o candidato à presidência e Alckmin, ao governo de São Paulo, sempre com o apoio dos Democratas. O grande problema deste arranjo reside na falta de confiança de Alkcmin no cumprimento do acordo, especialmente no que diz respeito à palavra de José Serra.

Se Alckmin ficar de fora, é praticamente certo que Marta Suplicy tente retomar a prefeitura para o PT, e de fato as chances da ministra aumentam, pois embora Kassab esteja em alta, ele jamais foi um político popular e vai enfrentar o batismo das urnas em uma eleição majoritária. Muita água ainda vai rolar por baixo da ponte e é bom lembrar que janeiro é um mês "café com leite" para a política – o ano só começa mesmo depois do Carnaval. Noves fora a crise internacional, 2008 já começa prometendo ser um ano agitado.

Um comentário:

  1. tomara que fique sem os dois

    sem prefeitura e sem governo...

    seria muito engraçado !

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.