quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Gripe conveniente

O senador José Sarney (PMDB-AP) pode ser acusado de muita coisa – e os seus adversários locais falam horrores da situação do Maranhão após a longa dinastia da família no Estado–, mas é preciso reconhecer que Sarney é um craque da política. Cinco ou seis meses atrás, um empreiteiro do Nordeste contou a uma fonte deste blog que emissários do senador avisavam que ele "não abria mão" da presidência do Senado e já estava em campanha. Em público, porém, Sarney jamais assume a sua candidatura e vai esticando a corda até mais não poder. Já faz alguns dias que vem alegando uma gripe para evitar um encontro com o presidente Lula, que deseja saber se Sarney realmente disputará a eleição no Senado. Lula quer Sarney na presidência da Casa, mas é preciso que o candidato se assuma enquanto tal. O problema é que o PT não está gostando muito da idéia de ver o PMDB no comando das duas casas legislativas. Sarney sabe disto e vai enrolar mais um pouco para anunciar a sua candidatura, a fim de reduzir o tempo de articulação dos petistas em torno de uma outra candidatura na Câmara Federal. No fundo, porém, o grande prejudicado com isto tudo é o deputado Michel Temer (PMDB-SP), candidato à presidência da Câmara. Para este blog, não será surpresa se Temer acordar como o patinho feio do Congresso no dia 3 de fevereiro, após a eleição do dia 2...

Um comentário:

  1. Prezado Editor Blog Entrelinhas,
    Parabéns pelo seu blog.Vou adicioná-lo entr emeus favoritos.
    Caso queira,será um prazar receber sua visita no meu blog:Interesse Nacional.
    http://www.espacointeressenacional.blogspot.com
    Abraço

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.