sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Por que não Alencar e Lula?

Está começando a correr por aí que a melhor chapa para 2010 seria José Alencar para presidente com um tal de Luiz Inácio Lula da Silva de vice. Antes que alguém pergunte, sim, pela atual legislação, Lula pode concorrer à vice-presidência em 2010. Aliás, ele pode concorrer a qualquer coisa, menos à presidência de novo.

7 comentários:

  1. Se realmente a regislação permitir, porque não?
    Afinal de contas José Alencar é muito otimista com relação a sua saúde e seria um ótimo presidente.

    ResponderExcluir
  2. Como sou partidário do terceiro mandato de Lula e como parece que é difícil chegar a ele, essa é a melhor solução para todos nós que defendemos a manutenção do Presidente Lula. Acho que os dois não colidem, mesmo sabendo da posição de Alencar em relação ao BC. Vou dissiminar essa grande Idéia.

    ResponderExcluir
  3. E a saúde do Alencar?

    ResponderExcluir
  4. Claro, não faltará quem apóie propostas indecentes como essa de perpetuação no poder. Afinal, o partido que outrora era a última reserva moral da política tupiniquim entregou-se descaradamente ao "nós fazemos o que todo mundo faz". O paradigma é sempre o que há de mais atrasado na América Lat(r)ina. Chavez é o modelo a ser seguido. E viva a democracia latrino-americana.

    ResponderExcluir
  5. Que descaramento contar com a presumivel morte de alguem para se perpetuar no governo.
    De gente que tem como ética o mensalão não se pode esperar algo diferente.E pensar que ja acreditei e PT e Cia.
    Vergonha

    ResponderExcluir
  6. Quem sugeriu que o Alencar pode morrer? Aqui, não foi. Ele está doente, faz tratamento e pode perfeitamente viver mais 20 anos, como muito pacientes de câncer. A tese Alencar-Lula vale para Dilma-Lula e até Meirelles-Lula, esta sim, pesadelo dos tucanos.

    ResponderExcluir
  7. Caro Luiz Antonio,
    Boa tarde. Gosto muito de seus textos e costumo visitar bastante seu blog. Creio seja prudente apurar mais esta hipótese. Em tese, pela letra da lei e da Constituição Federal, sua conclusão está correta, mas na prática creio que não. Isto porque a candidatura a vice seria facilmente qualificada como tentativa de burlar as regras eleitorais. Ora, como sabemos, o papel do vice não é outro além de substituir o titular do cargo. Desta forma, estaria configurado um terceiro mandato. Se fosse uma aposta, colocaria todas minhas fichas em que o TSE impediria o registro de tal chapa.
    Abraços, Ricardo Maffeis (http://direitonamidia.blogspot.com)

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.