terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

CPI do Metrô é teste para Serra

Finalmente os paulistas vão saber se o governador José Serra é ou não semelhante ao seu antecessor Geraldo Alckmin. Os dois tucanos de fato parecem ser bem diferentes, mas pelo menos até agora, Serra vem fazendo um governo muito parecido com o de Alckmin. O PT dará uma bela chance a Serra: nesta terça-feira, foi protocolada na Assembléia Legislativa de São Paulo pedido dos petistas de abertura da CPI do Metrô. Com Alckmin, não teve chance de CPI em São Paulo – ano após ano, ele conseguiu evitar mais de 90 inquéritos. Serra pode fazer duas coisas neste caso: imitar Alckmin e mandar sua base atuar contra a criação da CPI, aceitar a criação da comissão e tentar controlar os rumos da investigação, ou simplesmente ignorar o assunto e deixar que a apuração aconteça com profundidade, doa a quem doer – "duela a quem duela", como diria Fernando Collor de Mello... Se José Serra for esperto, aposta na terceira opção – quem vai arder mesmo é Alckmin e o atual governador ainda posará de grande democrata, alguém que, à diferença do seu antecessor, permite investigações sobre o governo tucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.