quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Aloizio Mercadante trava definição
sobre a composição da Mesa do Senado

Os líderes partidários no Senado Federal estão negociando desde o início da tarde a composição da Mesa Diretora da Casa, que já reelegeu Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência. O problema todo parece girar, segundo informações dos bastidores brasilienses, no posto que caberá ao senador Aloizio Mercadante (PT-SP). Como diria o ex-ministro Ciro Gomes, o petista saiu mais sujo que pau de galinheiro da eleição do ano passado por causa da história do dossiê aloprado contra Serra e planeja agora dar uma reerguida na carreira. Como não será líder do Governo, cargo que ficou com Romero Jucá (PMDB-RR), Mercadante está batendo o pé para conseguir a vice-presidência do Senado. Ocorre que pelo critério da proporcionalidade, este posto é do PFL. O senador petista, no entanto, estaria alegando que a formação dos blocos altera essa correlação de forças e coloca na mesa uma intrincada negociação que já envolveria também as presidências das Comissões. Dizem em Brasília que Mercadante até aceitaria de bom grado o comando da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). O que ele não quer é ser um reles senador...

O presidente Renan Calheiros já prometeu que a solução desta pendenga sai ainda hoje, nem que para isto seja preciso ir a voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.